Palestrantes

Novamente realizado em parceria com o projeto Light Drops, o conteúdo programático do LEDforum.22 tem o propósito de discutir questões fundamentais para o campo da iluminação de arquitetura será permeada pela ideia de RECONEXÃO.
A proposta editorial do evento aborda as conceitos de patrimônio coletivo e conhecimento compartilhado e convoca um olhar para o passado com a intenção de recuperar e restabelecer relações perdidas.
O conjunto de atividades que compõem a grade do evento busca sensibilizar o público para a importância de abraçarmos as pré-existências e aprendermos novas formas de nos relacionarmos com a luz.

Confira os palestrantes que já confirmaram participação:

DAAN ROOSEGAARDE

Holanda

Daan Roosegaarde é um pensador criativo e autor de projetos sociais que exploram a relação entre as pessoas, a tecnologia e o espaço.

Em 2007, fundou o Studio Roosegaarde, onde trabalha com sua equipe de designers e engenheiros visando a um futuro melhor para a humanidade. Juntos, desenvolvem o que chamam de “paisagens do futuro”, construindo protótipos sustentáveis e inteligentes para as cidades do amanhã.

Desde muito jovem , Roosegaarde é movido por presentes extraordinários da natureza, como vaga-lumes e água-viva. Seu fascínio pela tecnologia e pela natureza se reflete em projetos icônicos.

Roosegaarde formou-se no Instituto Berlage com mestrado em Arquitetura. Participa no Fórum Econômico Mundial de Davos como Young Global Leader, é professor visitante em várias universidades e já foi selecionado pelas revistas Forbes e Good 100 como impulsionador de mudanças criativas. Em 2016, foi nomeado Artista do Ano, na Holanda.
Roosegaarde recebeu inúmeros prêmios de prestígio, como o Shenzhen Global Design Award, Ethics Ethical Award, LIT Lighting Design Award 2019, World OMOSIROI Award Japan, Beijing Media Architecture Award, Design Project of the Year Dezeen Award, London Design Innovation Medal, o INDEX Design Award, DFA Gold e Grand Award Hong Kong, entre outros.

Seu trabalho já foi exposto no Design Museum London, no Stedelijk Museum Amsterdam, no Rijksmuseum, na Tate Modern, no Museu Nacional de Tóquio, no Museu de Artes Decorativas de Paris, no Victoria & Albert Museum e em vários espaços públicos ao redor do planeta.

Por meio de palestras em todo o mundo, Daan frequentemente compartilha suas ideias e seus projetos inovadores, até mesmo em TED Talks e na Nasa. Uma nova monografia sobre Daan Roosegaarde está sendo publicada pela renomada editora Phaidon.

JAN BLIESKE

Alemanha

Jan Blieske é arquiteto, lighting designer e designer de produto. Desde março de 2017, ensina Aplicação de Iluminação na Arquitetura como professor no programa de mestrado internacional Architectural Lighting Design, na faculdade de design da Hochschule Wismar – Universidade de Ciências Aplicadas, Tecnologia, Negócios e Design. Sua pesquisa é focada nos tópicos “integração total da iluminação na arquitetura” e “iluminação do patrimônio construído”.

Depois de trabalhar como arquiteto em projetos de preservação do patrimônio por muitos anos, Blieske deu seus primeiros passos no lighting design como gerente freelancer do studio dinnebier, com sede em Berlim, onde era responsável pela iluminação de exposições no Phaeno Science Center Wolfsburg, projetado por Zaha Hadid. Em 2008, fundou, com Jan Dinnabier, o escritório “Dinnebier + Blieske”, com sede em Berlim, que desde 2016 se dedica exclusivamente ao desenvolvimento de produtos para a indústria de iluminação. Com Dinnebier, desenvolveu uma série de produtos inovadores, como o adaptador EUTRAC “in-trac” e a premiada série Mawa “FlatBoxLED”.

Em junho de 2016, Blieke fundou seu escritório blieske architects lighting designers, que entende o lighting design como parte integrante do processo de design da arquitetura.

WIM AAn DE STEGGE

Holanda

Wim tem mestrado em Design de Produto Integrado pela Universidade de Tecnologia de Delf, na Holanda. Durante seus estudos, observou que poderia liberar sua criatividade no design espacial mais do que no design de pequenos produtos. Durante vários estágios, explorou ainda mais esse interesse e, finalmente, encontrou no design de iluminação o equilíbrio perfeito entre design de produto e arquitetura.

Wim iniciou sua tese de mestrado na Philips Lighting, onde desenvolveu sua pesquisa em Biophilic Lighting Design; posteriormente, continuou sua tese no escritório Beersnielsen Lighting Designers, onde teve a oportunidade de colocar sua pesquisa em prática em um projeto de design de iluminação para o Centro de Visitantes do Parque Nacional De Hoge Veluwe, que recebeu um Darc Award na categoria Art Bespoke, e um Prêmio LIT na categoria Iluminação Arquitetura de Interiores. O projeto foi também capa da edição 76 da Revista L+D.

Após sua formatura, continuou trabalhando no escritório Beersnielsen por 3 anos, durante os quais ganhou muita experiência prática na profissão. Depois disso, mudou-se para Nova Delhi, onde trabalhou no Mandala Lighting Studio. Atualmente, de volta à Holanda, conduz o seu próprio estúdio - Lampje aan – no qual espera explorar e desenvolver ainda mais sua visão sobre o design de iluminação biofílica.

RAFAEL LEÃO

Brasil

Rafael Leão é arquiteto com 20 anos de experiência em design de iluminação e possui escritório em São Paulo e Nova York. Membro profissional do IALD, IES e AsBAI, seu trabalho foi apresentado em diversas publicações sobre iluminação e tem prêmios no Brasil, nos Estados Unidos e no México.

RICARDO HOFSTADTER

Uruguai

Ricardo Hofstadter é Engenheiro Industrial formado em 1979 pela Faculdade de Engenharia da Universidade da República (Uruguai). Ele fundou seu escritório de projetos em 1988, onde continua desenvolvendo projetos de iluminação, associados ao Ing. MSc. Joel Fregosi. O Estúdio Hofstadter realizou projetos no Uruguai, Argentina, Paraguai, Equador, Miami (EUA), Emirados Árabes Unidos e na República Popular da China.

LORIS TRETOUT

França

Loris descobriu a iluminação de arquitetura na Finlândia, durante um workshop organizado em um antigo silo de grãos projetado por Alvar Aalto.
Após obter seu Master em Arquitetura, começou a trabalhar como cenógrafo, criando e construindo espaços para filmagens e fotografia. Neste contexto, a luz tornou-se seu meio de predileção.
Iniciou sua trajetória no escritório de lighting design 8’18’’ em 2010, aprendendo as técnicas fundamentais da iluminação e construindo sua visão plástica da luz, além de seu diálogo com os ambientes arquitetônicos.
Desde então, tem participado de projetos de tipologias variadas, incluindo o museu Louvre em Abu Dhabi, a Torre Montparnasse em Paris e o Museu do Champanhe em Epernay.
Museus são a principal área de interesse de 8’18’’ lighting designers, constituindo o repertório fundamental na própria definição da abordagem do escritório: iluminação precisa e sensível.

KYNTHIA CHAMILOTHORI

Grécia

Kynthia é Professora Assistente na Universidade de Tecnologia de Eindhoven, pesquisadora do grupo Interação Humanos-Tecnologia (HTI) desde 2019. Recebeu sua titulação de Doutora (PhD) em Arquitetura pelo Laboratório de Performance Integrativa em Design (LIPID) da Escola Politécnica Federal de Lausanne (EPFL) em 2019 e seu diploma de Master em Engenharia da Arquitetura pela Universidade Técnica de Creta em 2014. Sua pesquisa se debruça sobre a interseção entre iluminação, arquitetura, percepção humana e bem-estar, com foco particular nas características da luz no espaço a influenciar as respostas subjetivas e psicológicas dos ocupantes. Seu trabalho conecta arquitetura e luz e incorpora novas tecnologias e conhecimentos de múltiplos campos - como realidade virtual e sensores biométricos - à pesquisa, de forma a produzir evidências empíricas sobre o papel da iluminação na criação de espaços não apenas eficientes energeticamente, mas também saudáveis, confortáveis e agradáveis aos usuários.

CARLOS PAPÁ & CRISTINE TAKUÁ

Brasil

Carlos Papá é um líder e cineasta indígena do povo Guarani Mbya. Trabalha há mais de 20 anos com audiovisual, com foco em documentários, filmes e oficinas culturais para jovens. Vive na aldeia do Rio Silveira. É líder espiritual em sua comunidade, além de representante da comissão Guarani Yvy Rupa e fundador e conselheiro do Instituto Maracá - ONG com propósito de proteger e disseminar o patrimônio histórico, ambiental e cultural dos povos indígenas. Foi curador do festival de arte indígena Rec Tyty e participa de inúmeros projetos e eventos culturais.

Cristine Takuá é pensadora, rezadora, parteira, educadora e artesã indígena do povo Maxakali. Filósofa pela Unesp - Marília. Vive na aldeia do Rio Silveira, onde é professora independente. Membro fundadora do FASISP - Fórum de articulação dos professores indígenas do Estado de São Paulo. Fundadora e diretora do Instituto Maracá - ONG com propósito de proteger e disseminar o patrimônio histórico, ambiental e cultural dos povos indígenas. Coordenadora do programa de apoio às escolas vivas, iniciativa do ciclo de estudos Selvagem.

MARIA JOÃO PINTO-COELHO

Portugal

Ultimamente, tem estado interessada no plástico e dinâmico processo mental do cérebro, depois de 30 anos de atividade profissional na disciplina do lighting design, embora tenha obtido um doutoramento em tecnologia da arquitectura, por mera curiosidade, mas pelo gosto de ler e observar o comportamento espaço urbano.

Na sequência de várias acções formativas de ordem académica ou de grupo, o workshop “A Linha do Tempo” / EILD2019, levou a reforçar o seu interesse por entender os processos mentais, na complexidade que a aprendizagem, nas suas conexões e associações mentais, determina na nossa forma de ver, pensar e interagir.

Assim, mais que identificar um currículo de projectos, ações educativas e/ou livros publicados como exercício síntese de um caminho estimulante e criativo, neste momento, apenas importa ter sido convidada para palestrante no LEDFORUM 2022 e partilhar a linguagem dos pensamentos, da aprendizagem e do emotivo sentimento coletivo.

Dá valor à evolução cultural e ao genoma baseados na memória, na forma como interpreta e adapta o conhecimento sendo, assim, subjectiva/seletiva na forma como guarda, transmite e redesenha o que a rodeia.

O lighting design tornou-se, agora, numa importante ferramenta para desenvolver esses processos interpretativos de atividade cerebral quando abordamos um projecto e/ou o experienciamos.

MARCELO ROSENBAUM

Brasil

Marcelo Rosenbaum é Professor Honoris Causa de arquitetura, título concedido pelo Centro Universitário Belas Artes. Está à frente da Rosenbaum Arquitetura e Design por mais de 20 anos. Fundador do Instituto A Gente Transforma, desenvolveu tecnologia social própria, o Design Essencial, com a finalidade de conectar arquitetura e design a outras ferramentas de transformação social e ampliação de impactos, com o objetivo de trazer novos significados e processos inclusivos para a cadeia da arquitetura e design.

Em sua trajetória, recebeu alguns prêmios como designer de produtos para grandes indústrias nacionais e como arquiteto, liderando equipes em processos de cocriação, e trazendo para estas experiências a inovação de projetar junto com o usuário. Com uma carreira pautada pelo foco de democratizar o acesso ao design e arquitetura para os outros 90% da população brasileira, foi responsável por projetos de transformações de residências e espaços comerciais em dois programas de grande audiência na tv nacional aberta e canal a cabo, por 10 anos.

Os principais prêmios do escritório de arquitetura são RIBA International Prize 2018, o Archdaily Building of the year (2018), APCA - Associação Paulista de Críticos de Arte (2017) , Tomie Ohtake AkzoNobel (2017), e o terceiro lugar no Premio Oscar Niemeyer para arquitetura da Latin American (2018). Recebeu o premio de melhores produtos pelo Museu da Casa Brasileira em 3 edições (1999, 2016 e 2017).
Rosenbaum teve seus projetos exibidos em diversas ocasiões, inclusive no Pavilhão Brasileiro da Bienal de Arquitetura em Veneza (2018).
Marcelo ministra palestras e cursos sobre design e arquitetura como transformação social em diversas instituições e eventos como Domaine de Boisbuchet, What Design Can Do, Experimenta Portugal, Design Indaba na Africa do Sul. Foi professor no curso de Design Essencial no Centro Universitário Belas Artes durante o segundo semestre de 2018.

FERNANDA CARVALHO

Brasil

A formação de Fernanda Carvalho na prática da iluminação é uma mistura da graduação em arquitetura e da experiência na luz cênica, iniciada no Teatro da Vertigem em 1999. O palco está presente durante a sua carreira de diferentes formas, se transformando ao longo do tempo em espaço expositivo, onde consolida a sua forma de expressão no encontro entre arquitetura e teatro. Iluminar exposições, museus e galerias tem sido sua principal área de atuação profissional.

Do palco, além da herança do rico repertório visual de luz, fica a forma do trabalho coletivo, que se traduz em parcerias e colaborações na área. O seu escritório conta com colaboradores de diversas formações, e parcerias com outras profissionais e disciplinas.

Arquiteta e urbanista pela FAUUSP, é mestre na área de Design e Arquitetura pela mesma instituição. É membro da AsBAI, do ICOM e do comitê internacional do EILD – Encontro Iberoamericano de Lighting Design.

Já iluminou mais de 300 exposições no Brasil e no exterior. Entre os projetos realizados estão: a exposição de longa duração do Museu da Imigração em São Paulo; o Espaço Olavo Setúbal – "Coleção Brasiliana no Itaú Cultural"; “Acervo em Transformação” do MASP; colabora com o MASP desde 2015, desenvolvendo o projeto para todas as exposições desde então; a Galeria Casa Triângulo; o Museu da Língua Portuguesa em parceria com Paula Carnelós; as exposições de longa duração do Museu Judaico de São Paulo; a 31ª e a 34ª Bienal de São Paulo; as exposições "Gold – Mina de Ouro Serra Pelada" e "Amazônia", de Sebastião Salgado.

PALESTRAS PATROCINADAS


CECILIA E. RAMOS (patrocinada por Lutron)

EUA

Cecilia E. Ramos é a Diretora Sênior do setor de Arquitetura da Lutron Electronics. Fascinada pela interseção entre tecnologia, arte e design, tem formação e vasta experiência em arquitetura e lighting design. Formou-se em arquitetura pelo Massachusetts Institute of Technology e pela Princeton University (Mestrado em Arquitetura).
Antes de ingressar na Lutron, viajou pelo mundo projetando a iluminação de marcas de varejo de luxo como Louis Vuitton, Christian Dior e Hublot como diretora do premiado escritório de Lighting design L'Observatoire International. E antes, como diretora de seu próprio estúdio de consultoria de design, trabalhou com clientes de renome, como o Museu Guggenheim, Museu de Arte da Universidade de Princeton e MacroSea.
Em sua função atual, Cecilia é responsável por liderar a experiência da Lutron na comunidade de arquitetura e design. O seu trabalho e de sua equipe abrange marketing, design de produto, design experiencial, vendas e estratégia para esse segmento. Também desempenhou um papel de liderança no projeto e construção do premiado Lutron New York Global Experience Center, Ketra Headquarters em Austin, TX., e dos eventos PRISMATIC ,na Europa.
Cecília Ramos é coautora do livro “Architectural Lighting, Designing with Light and Space” (Princeton Architectural Press, 2011).

HENRI UUTELA (patrocinado por LEDIL)

Finlândia

Henri é especialista em iluminação e óptica na LEDiL, com sólida experiência de mais de 12 anos no mercado de óptica LED. Como Gerente de Desenvolvimento de Negócios, coopera estreitamente com clientes e parceiros no ecossistema compartilhado da luz. Tem formação em engenharia eletrônica e grande interesse no desenvolvimento de conceitos inovadores para a comunidade global de iluminação.
Com um forte foco em conceitos e tendências emergentes, Henri é apaixonado por discutir o aperfeiçoamento da iluminação em diferentes aplicações. Nos últimos dois anos, esteve ativamente envolvido no diálogo com lighting designers e fabricantes de luminárias em todo o mundo, discutindo boas práticas de iluminação e como aproveitar todo o potencial que a óptica de qualidade traz para os projetos.

RALPH TUTTLE (patrocinada por CREE-LED)

EUA

Ralph Tuttle é Engenheiro-Chefe Sênior na Cree-LED, em Durham, na Carolina do Norte. Está na empresa há 26 anos e suas funções anteriores incluíram cargos de desenvolvimento de processos de LED, engenharia e gerenciamento de produtos nos departamentos de Materiais, Optoeletrônicos e Componentes. Gerenciou o grupo de engenharia de LED da Cree e esteve envolvido no desenvolvimento da família de produtos XLamp LED. Ralph atua na NEMA, IESNA, ANSI e é um representante “LED Expert” no IEC. Foi co-autor do IESNA LM-80 (Measuring LED Lumen Maintenance) e Coordenador Técnico dos Grupos de Trabalho IESNA TM-21 (Projecting LED Lumen Maintenance) e IESNA TM-35 (Projecting LED Chromaticity Shift). Tem bacharelado e MBA e, antes de ingressar na Cree, trabalhou na indústria de semicondutores por 20 anos.

DIREÇÃO DE CONTEÚDO


Paula Carnelós


Arquiteta, lighting designer titular do escritório Acenda. Trabalha na construção de parcerias e colaborações em rede, para projetos de diversas tipologias e escalas. Ativista na construção de uma comunidade global de lighting designers independentes globalmente, tendo sido presidente da AsBAI e atualmente embaixadora do Women in Lighting no Brasil. Tem interesse nos astros… e pinta a casa nos finais de semana.

Diana Joels


Arquiteta, lighting designer titular de concepDUAL, consultora de metodologia de projeto integral e conceitual, educadora independente e responsável pela área de design de luz no IED Istituto Europeo di Design, RJ. professora convidada e orientadora no Lighting Laboratory - KTH, Suécia. Vive em contato com a terra. Ativista da luz natural e essencial.

Thiago Gaya


Publisher da revista L+D e fundador do LEDforum. Atua há mais de vinte anos na produção de conteúdo e na promoção do lighting design no Brasil como forma de elevar o setor e fortalecer o senso de comunidade no mundo da iluminação.

Obs.: A Organização se reserva o direito de, até a data do evento, alterar a programação se, por motivos de força maior, algum dos profissionais acima listados ficar impossibilitado de ministrar sua palestra. Nesse caso, o palestrante será substituído por outro profissional selecionado pela curadoria do LEDforum.

MonesiglioSistemas