Click here...

LEDforum 2012:
recorde de congressistas


O Fórum novamente superou expectativas com sua 3ª edição, reafirmando-se como evento fundamental na agenda da iluminação brasileira

Veja também

Conheça os palestrantes e a programação de 2012

3° LEDforum

A Revista L+D, com o apoio técnico da Associação Brasileira de Arquitetos de Iluminação (AsBAI), realizou a 3ª edição do LEDforum, que reuniu, entre os dias 9 e 10 de agosto, grandes nomes do lighting design nacional e internacional para discutir a aplicação da tecnologia LED.

Os participantes tiveram o oportunidade de trocar experiências no uso dos LEDs, conhecer pesquisas e normas do mercado e esclarecer as principais dúvidas de arquitetos, lighting designers e demais profissionais do segmento.

O evento foi realizado na Amcham Business Center, em São Paulo (SP), e reuniu, entre congressistas, convidados, palestrantes e patrocinadores, cerca de 330 pessoas. Ao todo, participaram 14 palestrantes, sob a condução do diretor da Editora Lumière e editor da revista L+D, Thiago Gaya.

Essa edição contou com o patrocínio Gold das empresas Alper, Erco, GE Iluminação, Intral, Itaim Iluminação, Lemca LED Systems, Lucchi, Lumicenter, Lumini, Lutron, Ômega Iluminação, Osram, Philips, Solelux, Stillux, Sylvania, e com o patrocínio Silver da Eurolighting, FLC, Liteman, LLUM | Bronzearte, Trust e Utiluz, que expuseram seus últimos lançamentos em soluções a LED.

Palestras multidisciplinares

Com o intuito de explorar todas as facetas do LED, o evento, além de sua área de exposições e network, contou com uma jornada de palestras sobre o tema, com diferentes abordagens: técnica, acadêmica, prática e até regulatória, como a palestra do engenheiro Vicente Scopacasa, intitulada “Atualização sobre normas e procedimentos para produtos de iluminação de estado sólido”. Scopacasa abordou as normas internacionais de LED e contextualizou o estágio em que o Brasil está no desenvolvimento da norma brasileira para a fabricação e comercialização da tecnologia.

Novidade no programa do LEDforum foi a abordagem acadêmica. A 3ª edição do evento trouxe ao Brasil o pesquisador Jan Ejhead, fundador de uma das mais importantes instituições de ensino de iluminação no mundo, a KTH School of Technology and Health – da Suécia. Ejhead apresentou aos congressistas suas pesquisas e experiências na iluminação urbana, sob uma perspectiva muitas vezes preterida: a do pedestre.

Jan Ejhead também demonstrou como a técnica de projetar (e educar) muda de acordo com o local. “Cada país tem uma abordagem diferente para a iluminação: a Alemanha, por exemplo, tem uma abordagem prática; a Suíça, social; a Polônia, artística, e assim por diante”. Ressalta, dessa forma, como a “cultura da luz” é dinâmica e fascinante e evidencia como conhecimentos tecnológicos e socioculturais são alicerces – imprescindíveis – de um bom projeto de iluminação.

A perspectiva acadêmica se completou com as palestras de Orlando Marques e Janna Witt. Orientador e orientanda, respectivamente, impressionaram o público com os trabalhos desenvolvidos pelos estudantes da KTH School of Technology and Health – da Suécia.

O norte-americano Chad Groshart falou de eficiência energética e sustentabilidade em sua palestra “Nosso futuro Net Zero”. Como destaque da abordagem técnica, houve a palestra do engenheiro Alan Nascimento, que apresentou novos conceitos de conjuntos ópticos e componentes associados à tecnologia LED.

O alemão Paul Ehlert provocou o público com sua palestra de abordagem bastante conceitual: “o poder do conceito no lighting design”, chamando a atenção para a importância do uso das tecnologias com fundamentação. Recriminou o uso desenfreado de cores e parafernálias tecnológicas em excesso, que não tragam consigo um significado. Também provocante foi a palestra do francês Emmanuel Clair, com seu enfoque bastante crítico em relação ao uso dos LEDs. O lighting designer levantou a questão da discrepância entre a vida útil preconizada e a garantia oferecida pelos fabricantes.

Uma das marcas registradas do LEDforum, comprovada em ambas as edições já realizadas, é o público seleto participante, formado por especialistas no assunto. Em função disso, para a assistente de marketing e comunicação da Philips Lighting, Polyana Bastos, a participação da empresa foi importante justamente por tratar-se de um evento que comporta um público com alto grau de qualificação. "A Philips deseja continuar desenvolvendo soluções em LED focadas nas necessidades dos profissionais do mercado, de modo que possam trazer saúde e bem-estar para seus usuários por meio da luz, com produtos inovadores", declara.

No campo da aplicação, Rafael Leão, presidente da AsBAi , ministrou uma palestra bastante didática, na qual apresentou diversos estudos de casos onde pôde observar o desempenho de sistemas com LEDs em comparação a sistemas já implantados, listando em cada caso as vantagens e desvantagens da opção pelo LED. Jannet Moyer, dos Estados Unidos, dividiu com os participantes sua vasta experiência em iluminação de áreas externas e jardins e Cristina Camps, da Espanha, seus 10 anos de atuação na iluminação de museus. Áreas nas quais a aplicação dos LEDs é uma realidade consolidada.

Para o diretor de marketing da Lumini, Ricardo Gutfreund, "o evento LEDforum é muito relevante para a reflexão sobre esta tecnologia que, certamente, é o grande desafio e também o futuro da iluminação".

Não faltaram, por fim, exemplos inspiradores: Cláudia Paz, do Peru, apresentou seus projetos repletos de interatividade e emoção. Dean Skira, da Croácia, trouxe ao evento diversos “cases”, demonstrando como o projeto de iluminação pode contribuir para ambientar artisticamente a arquitetura. E, para fechar com chave de ouro a terceira edição do LEDforum, o renomado lighting designer sueco Kai Piippo encantou os congressistas com o projeto Skystar: a iluminação cenográfica e temática de uma pista de esqui na Suécia.