Programação

O LEDforum reúne anualmente, sob cuidadosa curadoria, grandes nomes do lighting design e de áreas correlatas para discutir conceitos e rumos da iluminação. Estamos trabalhando em uma grade muito especial para celebrar nossa 10ª edição.

Conheça os palestrantes já confirmados para o LEDforum 2019:

Mark Major

Inglaterra

Mark Major formou-se e trabalhou como arquiteto antes de se concentrar na relação única entre luz e arquitetura.
Atuou em uma ampla gama de premiados projetos de iluminação, incluindo o Millennium Dome, o 30 St. Mary Axe, o Aeroporto Internacional de Pequim, a reforma do Royal Festival Hall e a reabertura dos interiores da Catedral de St. Paul. É especialista em iluminação urbana e foi nomeado conselheiro urbano-chave pela Monocle em 2013.
Major atuou como consultor de lighting design na Olympic Delivery Authority para os Jogos Olímpicos de Londres em 2012 e foi nomeado membro da equipe de assistência especial do prefeito de Londres para o fundo municipal de desenvolvimento urbano de Londres, o Outer London Fund, no mesmo ano.
Com interesse ativo na educação de arquitetura e de iluminação arquitetônica, Mark lecionou extensivamente no Reino Unido, na Europa, na Escandinávia, nos Estados Unidos e na Austrália. Ele foi o cocriador do projeto educacional Made of Light – the Art of Light and Architecture (Feito de luz – a arte da luz e da arquitetura).
Major é ainda membro corporativo do Royal Institute of British Architects (RIBA) e da International Lighting Designers Association (IALD), além de membro da Royal Incorporation of Architects, na Escócia.
Em 2012, foi reconhecido com a distinção Royal Designer for Industry da Sociedade Real Britânica de Artes.

Martina Weiss

Alemanha

Iniciou sua carreira em projetos de iluminação há 17 anos, frequentando o programa de Mestrado em Iluminação e Luz na Bartlett School, UCL, em Londres, Inglaterra.
Arquiteta de interiores com pós-graduação em História da Arte, Martina já acumulou vasta experiência na área de lighting design enquanto trabalhava em escritórios internacionais em Londres e São Paulo.
Desde 2007, Martina trabalha como diretora e coordenadora de projetos do escritório alemão Licht Kunst Licht, em Bonn, Alemanha, sendo responsável por uma grande variedade de projetos, como o Alpine Spa Buergenstock Resort, na Suíça; o Museu LWL de Arte e Cultura, em Munster, Alemanha; o Museu Oceanográfico, em Mônaco; o Museu Nacional, no Catar; edifícios de escritórios e laboratórios da Novartis, na Basileia e em Xangai; o Hotel & Spa LeDomaine, na Espanha; além do plano diretor de iluminação em andamento no Catar, com o projeto Airport City, em Doha.
Recebeu prêmios nacionais e internacionais pelos projetos realizados na Licht Kunst Licht.

Mônica Luz Lobo

Brasil

Diretora criativa da LD Studio, é arquiteta e urbanista graduada pela Universidade Santa Úrsula, no Rio de Janeiro, Brasil. Mônica trabalha com iluminação arquitetônica desde 1997, quando fundou o escritório.
Seu trabalho está presente em inúmeras publicações nacionais e internacionais, tendo sido reconhecido por meio de diversos prêmios também nacionais e internacionais.
Mônica é uma das fundadoras da Associação Brasileira de Arquitetos de Iluminação (AsBAI), membro profissional da International Association of Lighting Designers (IALD), membro da Illuminating Engineering Society (IES), além de integrar o comitê do Encuentro Iberomericano de Lighting Designers.
Está sempre envolvida com o desenvolvimento e a divulgação da boa prática da profissão, participando frequentemente, como visitante e palestrante, das mais importantes conferências, feiras e workshops brasileiros e internacionais.
Em 2017, tornou-se a primeira Certified Lighting Designer (CLD) da América do Sul e, em 2018, foi reeleita para integrar a diretoria do IALD.

Emrah Baki Ulas

Austrália

Lighting desiger, educador de iluminação e artista que trabalha com luz, Emrah Baki Ulas é associado do escritório australiano Steensen Varming, onde é responsável pelo time de lighting designers.
É amplamente conhecido tanto pela prática de projeto de iluminação quanto pela teoria de lighting design. Seu trabalho em projeto tem forte ênfase na cultura e nas artes em diversas partes do mundo. Ulas também exibe instalações de luz em festivais como o Vivid Sydney e ensina iluminação na University of Technology de Sydney, Austrália.
Além de defensor do avanço da educação e da pesquisa em iluminação, promove em seus projetos uma forte integração entre teoria e filosofia.
Dentre os muitos reconhecimentos e prêmios que Ulas recebeu, estão o Young Lighter of the Year Award em 2008 e o PLD-R Best Newcomer Award em 2011. Em 2008, ele foi listado como um dos 30 lighting designers abaixo dos 30 anos – “30 under 30” – pelo Chartered Institution of Building Services Engineers da Inglaterra (CIBSE). Em 2010, foi reconhecido como um dos 25 melhores profissionais mais jovens de lighting design e premiado pelo AL Journal. Em 2016, foi listado entre os 40 lighting designers abaixo dos – “40 under 40” – pelo UK Lighting Design Awards.

Dean Skira

Croácia

O internacionalmente premiado ligthing designer croata Dean Skira estudou iluminação e design de interiores no Fashion Institute of Technology, em Nova York, Estados Unidos. É fundador do escritório Skira Architectural Lighting Design, responsável por desenvolver uma série de projetos em diferentes mídias, desde projetos de iluminação arquitetônica até desenhos de luminárias para vários fabricantes internacionais.
Skira é membro da Associação Internacional de Designers de Iluminação (IALD) e da Illuminating Engineering Society da América do Norte (IES). É também afiliado à Croatian Designers Society e à Croatian Lighting Association.
Um dos projetos mais conhecidos de Skira é o Lighting Giants, localizado em Pula, na Croácia, que transformou os guindastes do Estaleiro Uljanik em uma instalação de arte em movimento.

Agne Milkeviciute

Lituânia

Agne é arquiteta formada pela Universidade Técnica de Vilnius Gediminas e pela Universidade Politécnica de Valência, na Lituânia. Tem mestrado em Arquitetura de Iluminação pelo Instituto Real de Tecnologia (KTH) em Estocolmo, Suécia.
Trabalhou em diversos escritórios internacionais na Lituânia, na Irlanda e na Suécia, explorando diferenças na arquitetura e no design de várias regiões. Atualmente trabalha como arquiteta freelance em projetos de diferentes escalas em toda a Europa. Realiza pesquisas pessoais sobre a incorporação de luz natural na arquitetura com base em sua recente dissertação de mestrado.
Agne foi vencedora do Light Symposium Paper Competition 2018 em Estocolmo. “Gosto da possibilidade de moldar diferentes ambientes usando ferramentas da arquitetura e da iluminação para benefício do ser humano.”